quarta-feira, 18 de abril de 2007

O caminho das pedras

E não é que eu acabei comprando esse livro? Já comecei a ler e aos poucos vou descobrindo o quando ele vai me esclarecendo a respeito de algumas coisas que em nenhum momento do aprendizado aqueles que estiveram diante de mim mostraram as pedras...

Mas eu apredi que é preciso compartilhar. Compartilhar prazeres, conhecimentos, vida. E esta é minha parcela para aqueles que se acostumaram a passear por aqui vez por outra.

Até vou colocar algumas palavras que achei interessante: "Nos últimos meses, o grupo do cientista francês dedicou-se a esclarecer uma dúvida familiar para qualquer um que já preparou um assado: é melhor colocar sal antes ou depois de pôr a carne no fogo? Alguns chefs insistiam que o sal devia ser colocado antes, para penetrar a carne. Não, respondiam outros, a carne tem de ser salgada depois, para não ressecar. Munido de um microscópio eletrônico, This mostrou que o primeiro grupo estava errado. "Em nenhum dos dois casos o sal penetra a carne", concluiu, depois de analisar diversas amostras. Mas o sal deixa mesmo a carne mais seca? "Depende do corte. Na carne de vaca muitas vezes não faz diferença, mas o peito de frango perde muita água e se resseca se salgado antes de cozido", explica. Assim, a ciência pode ser bem mais saborosa do que as pílulas previstas no século 19.
Agora, é só clicar aqui pra chegar até a editora: Editora Ática.

5 comentários:

Anônimo disse...

Boa dica!
Quero ler...
posso pedir emprestado?
hein?

cacá disse...

Claro. Mas para isso é preciso você se identificar, deixar contato!

Anônimo disse...

Humm, será mesmo? rsrsrs

cacá disse...

Vai querer continuar a brincar de esconde-esconde?

Letícia disse...

A dica foi ótima, do livro e do sal na carne. Já fizemos bom uso lá na Confraria Viva!