domingo, 7 de setembro de 2008

Independência ou Morte!


Calma, gente! Apenas meu sentimento de brasilidade neste dia em que poucos dos brasileiros dão importância a isto. Talvez resultado de uma modernidade que eu me recuso a aceitar passivamente.

Bem, mas isto é assunto para outro espaço...

Mas, dentro do espírito de independência, o fato de estar disponível para novos aprendizados fez com que, outro dia, assistindo a tv pudesse aprender sobre cozinha com um motorista. Não que não tenhamos o que aprender com eles, mas jamais, em tempo algum, eu poderia pensar em aprender uma coisa que valeu um palavrão seguido do "porque eu não pensei nisto", frase, que para mim significa o suprasumo da criatividade. É a máxima expressão de que o menos é mais!

Neste pedaço do programa, o motorista do João Curvo me ensinou uma nova maneira de cozinhar legumes no vapor sem usar aquelas traquitanas do mundo moderno... Sim, isso mesmo, cozinha para pobre nenhum deixar de comer uma comidinha saudável e com pouca perda dos nutrientes.

Com minha intempestiva vontade de divulgar isto, aqui vai como proceder (já que o crédito ao criador foi dado).

Pegeu uma panela com tampa. Na panela, coloque um pouco de água. Na tampa, isto mesmo, na tampa, pelo lado que ficará dentro da panela, coloque os legumes. Ali pode colocar, também, as ervas que costuma usar. Para exemplo, deixei apenas o aipim (ou macaxeira, mandioca...).

A foto abaixo, ilustra isto.

[clique sobre a imagem para ampliar]


A seguir, coloque o pano de prato como forma de sustentação dos legumes.

[clique sobre a imagem para ampliar]


Coloque sobre a panela, encaixando-a bem. Acenda o fogo e aguarde um tempo que varia de 10 a 15 minutos, dependendo do que você estiver cozinhando.

[clique sobre a imagem para ampliar]


O resultado, inacreditável, fou uma mandioca sequinha. No caso desta foto, ela ainda voltou para cozinhar mais tempo... E, a grande diferença pode ser notada na água: limpa! Coisa que não acontece quando usamos os "cestinhos" para cozinhar no vapor.

[clique sobre a imagem para ampliar]


Em breve, mais uma orientação do "faça você mesmo"...

Agora você já pode receber estes textos em seu email. Cadastre-se!

6 comentários:

Anônimo disse...

Oi Carlos!
sim, eu tb vi esta forma de cozinhar no vapor no melhor estilo "não tenho grana pra comprar panela a vapor"...rs Vi no Globo Repórter de sexta passada. Achei o máximo! Mostrei pra minha mãe que, muito desconfiada, não deu muito crédito. Vamos experimentar aqui em casa. Em tempo, como se faz pra cozinhar brócolis e ficar verdinho? Minha mãe cozinha e fica com aquele verde feio, escuro. Ela diz que pra deixar verdinho não dá tempo de cozinhar e fica duro. Alguma dica? bjs

carlinhos de lima disse...

Bem, shi, eu conheço duas formas.

A mais fácil é cozinhando no vapor. Agora, com essa técnica fica mais fácil.

A outra é em água quente, por dois ou três minutos. Depois mergulha em água bem gelada. Depois que ele esfriar, retira da água.

Depois, é só terminar a preparação.

de Marte disse...

que blog util. ja reencaminhei o endereço para todos os meus amigos e amigas. Assim, eles também podem aprender esses truques maravilhosos.

obrigada e beijinhos

http://www.oblogdemarte.blogspot.com/

Mari Rezende disse...

Carlos, eu adorei a sugestão! Realmente é uma expressão clara da incrível criatividade do povo brasileiro... E a mandioca deve ficar divina, sem aquele aguaceiro nela, hehehe!!!
Beijinhos!

Lidiane disse...

Carlinhos, adorei a dica. Vou testar também!

Anônimo disse...

com uma manteiguinha derretendo...